domingo, 13 de março de 2011

Franz Hartmann - (JACOB BOEHME) Egoísmo

Egoísmo

“Meus escritos são para aqueles que desejam receber a verdade, num estado de mente simples e infantil, pois eles possuirão o reino de Deus. Escrevi unicamente para aqueles que buscam; para os astutos e espertos, nada tenho a dizer”. (Threefold Life, xv.65)


“Nem o dinheiro, nem as posses mundanas, nem a ciência, nem a autoridade, nada disso trará a vós o doce descanso do paraíso, que só pode ser atingido através do nobre conhecimento de si mesmo. Lá poderás vestir tua alma; trata-se da pérola que não é devorada pelas traças, e que nenhum ladrão pode levar. Busque-a, e encontrarás um nobre tesouro”. (Three Principles, ix.1)

“Não escrevo com outro objetivo senão que o homem aprenda a conhecer a si mesmo”. (Three Principles, IV.64) 


Ele diz ainda:
"O espírito do homem está enraizado em Deus; a alma do homem, no mundo angélico. O espírito é divino, a alma angélica. O corpo do homem está enraizado no plano material; ele é de natureza terrestre. O corpo puro é um Sal; a alma um Fogo; o espírito uma Luz. O espírito e a alma sempre estiveram eternamente em Deus e foram soprados por Deus, num corpo puro. Esse corpo puro é um tesouro precioso escondido na rocha. Ele está contido na matéria e está condenado a perecer; mas ele próprio não é nem mortal, nem material. Trata-se do corpo imortal falado por São Paulo. Essas coisas são misteriosas, seladas pelo selo do Espírito, e aquele que desejar conhece-las deve possuir o Espírito de Deus. É esse Espírito que ilumina aquelas mentes que são Suas, e onde quer que se encontrem, as águias – almas e espíritos – irão coleta-las. Nenhum homem animal, vivendo segundo suas atrações sensuais e raciocínio animal, irá compreender, pois isso está acima do alcance dos sentidos, e acima do alcance do Intelecto semi-animal; pertence à montanha santa de Deus, e o toque animal que tocar aquela montanha devem morrer. Mesmo as almas santificadas devem ficar descalças ao subirem na montanha, deixando para trás tudo aquilo que estiver impregnado em si como uma criatura. Ela deve esquecer sua personalidade, e não procurar saber se está no corpo ou fora dele. Deus sabe. Essas coisas são sagradas. Foram escritas para as crianças, os animais nada temos a dizer."